Se há possibilidade de vida, há desafios. É assim quando o espermatozoide nada alucinadamente, na tentativa de ser o primeiro a chegar, repete-se no período gestacional, quando dependemos da exatidão da divisão celular para que tudo enfim saia como planejado, confirma-se no momento crucial do parto e segue pela vida afora, a cada minuto do dia. Não há como ignorar os desafios que precisamos enfrentar, se quisermos ter o prazer de desfrutar da incrível experiência de viver.

Queremos ter saúde para aproveitar a vida ao máximo e sabemos que nisso, a alimentação tem papel fundamental. Incluímos novos grãos no cardápio, fazemos exercícios físicos, priorizamos as nossas escolhas em alimentos mais naturais, aumentando o investimento em tudo o que nos parece saudável mas, vez ou outra, acaba chegando uma notícia de que o que era recomendado já não é mais, alimentos por décadas considerados “mocinhos”, da noite para o dia tornam-se “vilões” e ficamos perdidos em meio a informações tão contrárias.

Para minimizar os enganos e seguir em frente com maior chance de acerto, a solução é buscar o conhecimento. A ingenuidade em acreditar em qualquer notícia que se divulgue, não cabe a pessoas adultas. Como em todas as áreas do saber, os profissionais da nutrição estão em toda parte e podem auxiliar a esclarecer muitas dúvidas. É fato que a correria da vida moderna dificulta uma real tomada de consciência, e aproveitando-se dessa realidade, o comércio de alimentos lança todos os dias, com roupagens insuspeitadas, novas bombas químicas para saciar os incautos consumidores. Embalagens atraentes e cenários sedutores chamam a nossa atenção, para onde quer que olhemos. Deseja um suco? Está à mão, numa caixinha, prontinho e sem sujeira. Quer uma sopa? Seu único trabalho é escolher o sabor. Não tolera bem o leite de vaca? Por que se preocupar, se existem tantos outros “leites” para substituí-lo?

Com tempo escasso e um leque de alternativas, não é nada fácil garantir a atitude correta. O comércio de alimentos nos desafia continuamente, adicionando ingredientes saudáveis a alimentos sabidamente nocivos, confundindo as nossas escolhas. Mas, se buscarmos a informação verdadeira, existe grande chance de acerto. Afinal, a vida é cheia de desafios, e o importante, é estar preparado para eles.

 

Com carinho,

Sheila Castro – Nutricionista

NAIS/VIVER BEM

sheila.castro@unimedsjc.coop.br

Publicações

Navegue nas páginas internas dessa sessão